Guia + Minicurso

100 GRÁTIS!

Faça como mais de 10.000 pessoas e dê os primeiros passos para se tornar investidor(a)!

Tenha acesso ao guia e ao minicurso grátis e exclusivos!

Quero Me Tornar Investidor(a)!

Como cortar custos de investimentos para aumentar seus lucros

Como cortar custos de investimentos para aumentar seus lucros

Não somente é possível, como é necessário cortar custos de investimentos.

Ninguém gosta de gastar dinheiro à toa. Muito menos pagar taxas desnecessárias.

Isso vale para qualquer situação da vida. E no caso dos investimentos, não é diferente.

Pouca gente fala sobre isso e muitos investidores iniciantes não percebem esses custos. Assim eles acabam deixando dinheiro para os bancos e corretoras.

Então acompanhe este post e aprenda a não perder dinheiro com custos e taxas desnecessários.

Cortar custos de investimentos

Cortar custos de investimentos

Existem custos e taxas “escondidas”, que reduzem muito o lucro de alguns investimentos.

Alguns deles são:

  • Taxas de transferência (DOC e TED)
  • Tarifas de manutenção de conta
  • Taxas de administração de fundos de investimento
  • Corretagem de ações e fundos imobiliários
  • Custódia de ações e fundos imobiliários

Vamos entender cada uma delas e também como evitá-las ou reduzi-las.

Taxas de transferência (DOC e TED)

Se você acompanha o blog, sabe que deve utilizar corretoras para investir, pois possuem investimentos melhores e menores custos.

Mas para isso, você precisa enviar dinheiro para a conta da corretora, claro!

E como fazer isso?

Transferir dinheiro, por meio de DOC ou TED.

O problema é que muitos bancos cobram taxas altas para essas transferências. Os custos giram em torno de 7 a 10 reais por transferência.

Se você quiser transferir R$ 100 para a corretora, pagando R$ 10 de TED, você irá perder 10% do seu dinheiro apenas com custos!

Isso é absurdo!

E como evitar essas taxas?

Simples, usando bancos digitais!

Muita gente se confunde em como fazer isso. Então vou mostrar um caso real, bem detalhadamente.

Vamos supor que você possui conta em um grande banco, como Itaú, Bradesco ou Santander, onde recebe o seu salário.

Você quer investir por meio da sua corretora. Então precisa transferir dinheiro para lá.

Para evitar o custo de TED, vamos utilizar um banco digital (como Sofisa Direto, Banco Inter e outros).

A maioria dos bancos digitais permitem o depósito por boleto. Ou seja, você gera um boleto pelo banco digital e o paga em seu banco principal (banco grande, onde você recebe seu salário).

Após a compensação do boleto (que pode levar até 48 horas), o dinheiro entrará em sua conta do banco digital.

A partir daí, você já pode fazer a transferência (TED) para a corretora, sem custos.

Demora um pouco mais, porém você evita TODAS as taxas de transferência.

Isso traz uma ENORME economia!

Resumindo, a ideia é a seguinte:

  1. Receba o salário no seu banco grande (Itaú, Bradesco, Santander etc);
  2. Gere um boleto pelo seu banco digital (Sofisa Direto, Banco Inter etc);
  3. Pague o boleto em seu banco grande (ou lotérica, se for pagar em dinheiro);
  4. Aguarde a compensação do boleto (pode levar até 48 horas);
  5. O dinheiro entrará em sua conta no banco digital;
  6. Faça a transferência da sua conta digital para a corretora;
  7. Acesse a corretora e bons investimentos!

Nesse caso, estou considerando que você usa um banco grande como principal, recebendo seu salário por ele.

Esse é o cenário da maioria das pessoas. Claro que você pode optar por usar um banco digital como seu principal banco, inclusive recebendo o salário por ele.

Mas é sempre bom ter uma conta em bancos tradicionais, por terem mais recursos e serviços. Mas opte por uma conta sem tarifas. É o que veremos agora.

Taxas de manutenção de conta

Cortar custos de investimentos

Quando abrimos uma conta em um banco, geralmente o atendente ou gerente oferecem (na verdade, forçam) um pacote de serviços, que pode custar, geralmente, entre R$ 10 e até mais de R$ 100 mensalmente.

Essa tarifa também é chamada de taxa de manutenção de conta.

O grande problema é que esse pacote de serviços geralmente inclui coisas que nunca usamos, como muitos saques, extratos, transferências, cheques etc.

O que nenhum atendente do banco te fala é que existe um pacote de serviços essenciais, exigido pelo Banco Central (BACEN), que deve ser oferecido gratuitamente.

A resolução 3919 de 2010 do Banco Central regulamenta os serviços essenciais e exige que todos os bancos ofereçam esse pacote gratuitamente. Geralmente esse pacote inclui serviços como:

  • Cartão de débito para compras e saques
  • 4 saques mensais
  • 2 transferências mensais, entre contas da mesma instituição
  • 2 extratos no caixa eletrônico por mês
  • 1 talão com 10 folhas de cheque por mês

Confira aqui a lista completa dos serviços essenciais.

Outros serviços ou operações que excedam os limites acima serão cobrados à parte.

Isso significa que você pode, sim, manter sua conta em banco grande, sem precisar pagar mensalidades.

Alguns bancos permitem a alteração do pacote de serviços diretamente pelo Internet Banking. Mas a maioria só faz isso se você for até a agência e pedir (ou implorar) para o gerente.

É seu direito. Então exija isso. Informe-se e leve a resolução do Banco Central, para apresentar ao gerente, caso ele insista que não existe isenção de taxas.

Taxas de administração de fundos de investimento

Se você investe em fundos de investimento, precisa tomar muito cuidado com taxas de administração.

Algumas são muito altas, passando de 2% ao ano, podendo chegar a até 5%! 😱

Sem contar que existem fundos que não fazem o menor sentido, servindo apenas para gerar lucro para os bancos.

Vamos a alguns exemplos, começando pelos mais absurdos.

Existem fundos que investem em uma ação, como Petrobras ou Vale. Exemplos disso são os fundos BB Ações Petrobras IBradesco FIA Petrobras e Caixa FI Ações Petrobrás.

As taxas de administração desses 3 fundos variam entre 1,5% e 2% ao ano.

Parece pouco, né?

Podem até ser, se fossem fundos bons, diversificados e não focados em um só ativo.

Mas não, eles compram praticamente só ações da Petrobrás ON (PETR3). Isso você mesmo(a) pode fazer, sem pagar taxas de administração!

Veja o gráfico da rentabilidade do fundo Caixa FI Ações Petrobrás:

Rentabilidade do fundo Caixa FI Ações Petrobrás
Fonte: Site oficial do fundo Caixa FI Ações Petrobrás

A linha azul mostra o desempenho das ações da Petrobras ON (PETR3). A linha amarela mostra o desempenho do fundo Caixa FI Ações Petrobrás.

Note que, na maioria do período, a linha azul está acima da amarela. Ou seja, o retorno das ações é superior ao retorno do fundo.

O motivo é simples: o fundo cobra taxa de administração, que reduz o lucro para o investidor.

Em outras palavras, o banco está cobrando de você um valor extra para ele fazer algo que você mesmo(a) poderia fazer.

É muito simples comprar ações. Basta ter uma conta em uma corretora de valores e conhecer o básico sobre Home Broker.

E por que tem gente que investe nesse tipo de fundo? Por falta de informação. Só isso. Elas perdem dinheiro pois não possuem informações básicas. Triste isso. Mas é por isso que insisto que Educação Financeira é ESSENCIAL!

Existem fundos interessantes, principalmente os fundos multimercado, que investem em renda fixa e renda variável, potencializando os retornos financeiros.

Mas analise bem e compare taxas de administração. Existem bons fundos cobrando 1% a 2% ao ano, em corretoras.

Em bancos é comum ver fundos cobrando 3%, 3,5% e até 5% ao ano. Fuja desses!

Corretagem e custódia de ações e fundos imobiliários

Corretagem é uma taxa que muitas corretoras cobram em operações realizadas na bolsa de valores, o que inclui ações, fundos imobiliários e derivativos (contratos futuros e opções).

Esse valor varia bastante entre uma corretora e outra. Você pode encontrar corretagens de alguns centavos até valores altos, como R$ 10 ou até R$ 20.

Recentemente, algumas corretoras baixaram muito a taxa de corretagem, ou até zeraram, como aconteceu com a Clear e a Modalmais.

É comum ver corretagem zero para fundos imobiliários em muitas corretoras. Mas para ações é mais difícil.

A corretagem pesa mais se você investir pouco dinheiro. É parecido com o problema do TED, que vimos no começo do artigo.

Se você for comprar poucas ações, gastando cerca de R$ 100, não faz sentido pagar corretagens altas de R$ 10, por exemplo. Isso inviabiliza qualquer rentabilidade.

Procure corretoras com corretagens menores ou até que não cobrem corretagem.

A custódia é uma taxa que algumas poucas corretoras ainda cobram para “guardar” suas ações.

Essa tarifa tem desaparecido das principais corretoras. Mas algumas ainda cobram uma mensalidade de R$ 10, por exemplo, para manter a custódia das ações compradas por meio delas.

Ou até pior: cobram um percentual do total de ações, que pode gerar altos custos se você investir valores grandes.

Então procure corretoras que não cobrem taxa de custódia. Hoje a maioria delas não cobra, felizmente!

Conclusão

Cortar custos de investimentos e aumentar lucros

Cortar custos de investimentos é fundamental para aumentar sues lucros e evitar perder dinheiro de presente ou dar dinheiro para bancos.

Existem custos e tarifas que muitos não percebem e que os bancos fazem questão de esconder.

Mas você será diferente e estará de olho! 👁👁

E não deixe de estudar sobre investimentos sempre. Só assim você irá aprender a investir melhor seu dinheiro!

Bons investimentos! 💰🤑